Ver todas as notícias

29_7_2020__0_6_1_2020__0_Procurados Novo.jpg - uploaded/imgs/noticias/29_7_2020__0_6_1_2020__0_Procurados Novo.jpg - Acusado de feminicídio é preso em Araruama durante operação das Polícias Civil e Militar


Acusado de feminicídio é preso em Araruama durante operação das Polícias Civil e Militar

29/7/2020



Policiais Civis da 118ª DP, em ação conjunta com Policiais Militares do 25º BPM, prenderam hoje (29), em Araruama, Alexsandro Oliveira do Brasil. 


Segundo a Polícia, no dia 14/07/2020, a partir de uma informação enviada à distrital, foi iniciada uma investigação, por agentes da 118ª DP (Araruama), para esclarecer o desaparecimento de Gisele Maria da Conceição, de 38 anos. Ela não era vista desde o dia 09/07/2020, após sair de casa dizendo que iria à casa do namorado.


Após a investigação, foi apurado que o principal suspeito do desaparecimento de Gisele seria o namorado Alexsandro Oliveira do Brasil, de 44 anos. A delegada, responsável pelo caso, ordenou uma  busca domiciliar na casa do suspeito; medida que foi realizada na tarde de ontem (28). 


De acordo com a Polícia, ainda nessa mesma tarde, familiares da vítima estiveram na delegacia para informar que um corpo feminino, em avançado estado de decomposição, havia sido localizado em um matagal na Estrada da Conceição, distrito de São Vicente, em Araruama - nas proximidades da casa do suspeito -, e comprovado ser o corpo da Gisele, através das roupas que a vítima  usava. 


Diante dos fatos, Policiais Militares do 25º BPM (Cabo Frio) foram acionados para verificar o encontro do cadáver e, enquanto estavam no local, receberam uma informação, repassada pelo Disque Denúncia, de que o suspeito pelo crime estaria em um bar nas redondezas. A equipe compareceu no exato local, relatado na denúncia, localizando Alexsandro. 


Na delegacia, ele acabou confessando o crime. Em seu depoimento, informou que no dia 09/07, após desentendimento motivado por ciúmes, estrangulou Gisele até a morte. Após o crime, ainda segundo o seu depoimento, removeu o corpo, com ajuda de um carrinho de mão, e o abandonou no matagal.


Com essas novas informações, a delegada solicitou a  prisão temporária do investigado, junto ao Plantão Judiciário; medida que foi acatada nesta madrugada (29), através do mandado de prisão número 0147171-55.2020.8.19.0001, pelo crime de Homicídio Simples (artigo 121 do CP).

Na manhã desta quarta-feira (29), o mandado de prisão foi cumprido e uma busca domiciliar realizada, com o intuito de obter novos elementos de prova para a conclusão da investigação sobre o assassinato de Gisele.
 


 

Quem tiver qualquer informação sobre a localização de Foragidos, favor denunciar pelos seguintes canais: WhatsApp Portal dos Procurados (21) 98849-6099; mesa de atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177 e  0300-253-1177 (interior); ou em nosso aplicativo para celular "Disque Denúncia RJ ".

O Anonimato é Garantido.

 


Faça parte da nossa tropa e ajude a combater o crime no Rio.  
Precisamos da sua ajuda. Podemos contar com você?
Faça sua doação no link: www.kickante.com.br/disquedenuncia

 

Abraços de toda equipe Disque Denúncia. ?????

O Instituto MovRio que gerencia o Disque Denúncia é uma entidade privada, sem fins lucrativos, totalmente financiada por empresas através de parcerias, contribuições, convênios e por pessoas como você!



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.