Ver todas as notícias

9_7_2021__0_8290f57d-de61-4aba-89ae-010832c649c9.jpg - uploaded/imgs/noticias/9_7_2021__0_8290f57d-de61-4aba-89ae-010832c649c9.jpg - Mais 300 metros quadrados de área degradada são localizados após denúncia do Linha Verde sobre desmatamento em Angra dos Reis


Mais 300 metros quadrados de área degradada são localizados após denúncia do Linha Verde sobre desmatamento em Angra dos Reis

9/7/2021



Em cumprimento a ordem de policiamento a fim de averiguar denúncia de desmatamento encaminhada pelo Linha Verde (0300 253 1177) – programa do Disque Denúncia voltado para meio ambiente – policiais ambientais realizaram fiscalização nesta sexta-feira (09) no Parque Belém, em Angra dos Reis, na Costa Verde.

Segundo os agentes da 4ª Unidade de Policiamento Ambiental, subordinados ao Comando de Polícia Ambiental, no endereço mencionado na denúncia do Linha Verde, na Rua Sempre Viva, a equipe encontrou 12 árvores de grande e pequeno porte, todas cortadas, além do desmatamento de uma mata em regeneração nas proximidades de um córrego, sendo assim uma área de preservação permanente, com cerca de 300 metros quadrados. Após diligências no local, os policiais não encontraram nenhum responsável e tampouco placas indicativas contendo licenciamento ambiental, procedendo então à 166ª DP, onde a ocorrência foi registrada de acordo com o artigo 38 da lei de crimes ambientais.

O Linha Verde reforça a solicitação para que a população de Angra dos Reis continue denunciando crimes ambientais através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo APP “Disque Denúncia RJ” disponível para celulares. Por essa modalidade, o denunciante pode enviar fotos e vídeos, com a garantia do anonimato. Lembrando que em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

LINHA VERDE, o Disque Denúncia do Meio Ambiente



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.