Ver todas as notícias

13_9_2021__0_7cd28eb9-b725-4dfd-82df-53c349d7a663.jpg - uploaded/imgs/noticias/13_9_2021__0_7cd28eb9-b725-4dfd-82df-53c349d7a663.jpg - Polícia Ambiental constata corte de árvores, assoreamento e poluição em Petrópolis


Polícia Ambiental constata corte de árvores, assoreamento e poluição em Petrópolis

13/9/2021



Uma denúncia sobre poluição das águas e extração irregular de árvores feita ao Linha Verde (0300 253 1177) – programa do Disque Denúncia voltado para meio ambiente – levou policiais militares ao município de Petrópolis neste domingo (12) onde foi possível constatar crime ambiental em uma área degrada com cerca de 300 metros quadrados em Secretário.

Os policiais da 5ª UPAm foram à Rua José Xavier com objetivo de averiguar as informações e no local, observaram o corte de 10 árvores de umbaúba e mangueiras no leito de um córrego, causando assoreamento e poluição. No local foram recebidos pelo caseiro e o mesmo informou que a proprietária não se encontrava naquele momento. Ele foi questionado acerca das licenças ambientais necessárias, mas como nada foi apresentado e o mesmo não sabia que havia alguma documentação, os policiais procederam à 106ª DP, onde a ocorrência foi registrada.

O Linha Verde reforça a solicitação para que a população continue denunciando crimes ambientais em todo o Estado do Rio através dos telefones 0300 253 1177 (custo de ligação local) e (21) 2253 1177, além do APP “Disque Denúncia RJ” disponível para celulares. Por essa modalidade, o denunciante pode enviar fotos e vídeos, com a garantia do anonimato. É possível denunciar também através da página do Linha Verde no facebook, www.facebook.com/linhaverdedd ou ainda pelo site do Disque Denúncia (www.disquedenuncia.org.br). Lembrando que em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

LINHA VERDE, o Disque Denúncia do Meio Ambiente



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.